sábado, 29 de dezembro de 2012

Aleister Crowley and the Hidden God: Nova edição pela Starfire - 2013


A republicação tão esperada deste título inicial por Kenneth Grant será finalmente publicada em Fevereiro de 2013, e já está disponível para encomenda antes da publicação.

Aleister Crowley and The Hidden God por Kenneth Grant é um atrativo, livro de capa dura costurado, formato oitavo, 246 páginas, com uma sobrecapa colorida, e limitada a 1500 cópias. Está incluído uma seção de dezesseis páginas de pranchas a cores e de meio-tom, um frontispício, guardas personalizadas impressas em preto e branco, e desenhos ao longo do texto, bem como um Glossário, Bibliografia e Índice.

A edição padrão é encadernado em tecido preto e custa £ 30.00. Há um adicional para postagem e embalagem £ 5.00 no Reino Unido, £ 7.00 na Europa e £ 12.00 para outros lugares. Para os clientes que estão no Canadá e EUA, a edição padrão deve ser encomendada a partir da Holmes Publishing, nossos distribuidores lá. Para todos os clientes não estejam no Canadá ou nos EUA, os pagamentos podem ser feitos diretamente pelo Paypal para starfire.books@btinternet.com (em Libra Esterlina apenas) ou via o link http://www.starfirepublishing.co.uk/Aleister_Crowley_and_the_Hidden_God_paypal_standard.htm

O pagamento também pode ser feito (mais uma vez, em Libra Esterlina apenas) por um cheque dirigido a um banco do Reino Unido, ou por Ordem de Pagamento Internacional ou Ordem de Transferência Bancária. Cheques, ordens de pagamento ou transferências devem ser nominais à 'Starfire Publishing Ltd.' e enviado para Starfire Publishing Ltd., BCM Starfire, Londres WC1N 3XX, Reino Unido.


A edição de luxo estará disponível apenas pelos editores em março de 2013. Limitada a 111 exemplares, e reservas podem ser feitas agora. As capas são costuradas a mão, papel com um couro adicional através da lombada. O livro possui uma caixa, com sobrecapa colorida, e vem com as guardas personalizadas impressas em preto e branco, e com bandas do topo a cauda na encardenação. Cada cópia é numerada à mão e assinadas por Steffi Grant. O preço é de  
£ 130.00. Há um adicional na postagem e embalagem de £ 7.00 para o Reino Unido, £ 15.00 para Europa e £ 18.00 para outros lugares. Pagamentos podem ser feitos diretamente pelo Paypal para starfire.books@btinternet.com (em Libra Esterlina apenas) ou através do link http://www.starfirepublishing.co.uk/Aleister_Crowley_and_the_Hidden_God_paypal_deluxe.htm
O pagamento também pode ser feito (novamente, em Sterling apenas) por um cheque dirigido a um banco do Reino Unido, ou por Ordem de Pagamento Internacional ou Ordem de Transferência Bancária. Cheques, ordens de pagamento ou transferências devem ser nominais à "Starfire Publishing Ltd.' e enviada para Starfire Publishing Ltd., BCM Starfire, Londres WC1N 3XX, Reino Unido.

Mais detalhes sobre o livro pode ser encontrado no site da publicação Starfire seguindo o link de http://www.starfirepublishing.co.uk/Aleister_Crowley_and_the_Hidden_God_moredetails.htm


Michael Staley,
Starfire Publishing Ltd.


terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Kenneth Grant: O casamento entre o Ocidente e o Oriente



O texto a seguir é um trecho editado do ensaio de Henrik Bogdan 'Chalenging the Morals of Western Society: The Use of Ritualised Sex in Contemporary Occultism' publicado pela primeira vez em The Promegranate 8,2, Equinox Publishing, 2006.



Em 1949, um dos ex-discípulos de Crowley, Gerald J. Yorke (1901-1983) publicou um pequeno artigo chamado “Tantric Hedonism” em The Occult Observer em que foi afirmado que certas técnicas sexuais utilizadas por iogues tântricos para fazer um elixir eram conhecidos pela O.T.O.:

Iogues tântricos que seguem esse caminho insistem que os processos físicos estão envolvidos. Para eles, sêmen (bindhu) é a forma grosseira de uma essência sutil chamado ojas que é a Águia Branca dos Alquimistas. Amrita não está normalmente presente no corpo humano, mas é produzido pelo casamento das Águias Branca e Vermelha; todavia, sua produção é essencial para a sublimação do corpo sutil, sem a qual o corpo final da alma, ou melhor, o espírito (atma) com Deus (Atman), torna-se impossível. Dois métodos são ensinados por este Elixir, um a três óleos e mudras da Hathayogins, que são desconhecidos para a tradição ocidental, a outra no círculo Kaula do Bhairavi Diksha, quando a Suvasini dança nua. Esta última técnica é conhecida no ocidente e é o secreto tesouro de uma Ordem Hermética conhecida como a O.T.O. (1)

Yorke não estava sozinho na tentativa de conectar a O.T.O. com Tantra Hindu naquele momento. De fato, um ano antes, em 1948, Kenneth Grant tinha publicado um Manifesto do Ramo Britânico da Ordo Templi Orientis na qual ele afirma que, entre outras coisas, a Ordem promulgou os ensinamentos essenciais do Shakta Tantra Shastra indiano:
Na O.T.O. são promulgados os ensinamentos essenciais da Tradição Draconiana do Egito Antigo, os ensinamentos do Shakta Tantra Shastra indiano; os ensinamentos da Gnose pré-cristã, a Tradição Iniciática Ocidental conforme consagrada nos mistérios da Santa Qabalah, e a Fórmula Alquímica Mística e Mágica das Escolas Arcanas do passado milenar, bem como o modo de aplicar praticamente os princípios essenciais subjacentes às Ciências Espagíria ou Hermética, os Mistérios Órficos e do uso da Corrente Ofidiana. (2)
Grant conheceu Crowley pela primeira vez em 10 de dezembro de 1944, em uma casa onde Crowley estava hospedado na época, e logo tornou-se secretário de Crowley, bem como um membro da O.T.O.. Um ano após a morte de Crowley, Grant foi formalmente reconhecido como um membro do Nono grau por Karl J. Germer (1885-1962), que sucedeu Crowley como cabeça internacional da O.T.O., e em 05 de março de 1951 Germer emitiu uma carta a Grant para abrir um “campus” (campo) da ordem, em Londres. Como a Loja Nova Ísis (New Isis Lodge) era o único corpo patenteado da O.T.O. na Inglaterra na época, parece que Grant interpretou a patente, como tornando-o cabeça da “Ordem na Grã-Bretanha”, (3) embora a Loja Nova Ísis, na verdade, “não estando em andamento até 1955”. (4) No entanto, em 20 de julho de 1955 Germer formalmente revogou a carta patente e expulsou Grant da O.T.O. por causa de um manifesto que Grant tinha emitido no mesmo ano. (5)



O manifesto em questão era um panfleto de oito páginas, intitulado Manifesto da Loja Nova Ísis - O.T.O., em que Grant, através da O.T.O. com seu nome Frater Aossic IX°, foi identificado como o Cabeça Interno da Loja Nova Ísis e da O.T.O. (Ramo Britânico), usando o nome de O Mestre Nodens X° para esta função. Grant aparentemente fez pouco da carta de expulsão de Germer e continuou a operar a Loja Nova Ísis até 1962, com base em poderes do “plano interior”. (6) Também foi nessa época que Grant mergulhou na filosofia hindu e religião, e durante o período de 1953-1961, ele escreveu uma série de artigos sobre Advaita Vedanta para jornais indianos, como o The Call Divine, publicado em Bombaim. (7) Ao que parece, neste momento Grant tornou-se um seguidor de Bhagavan Sri Ramana Maharshi (1879-1950), conhecido como o Sábio de Arunachala.


Grant se tornaria mais tarde um instrumento no renascimento de Aleister Crowley através da edição (muitas vezes em conjunto com John Symonds) e introdução de uma série de livros de Crowley, incluindo The Confessions of Aleister Crowley (1969), The Magical Record of the Beast 666 (1972), The Diary of a Drug Fiend (1972), Moonchild (1972), Magick (1973), Magical and Philosophical Commentaries on the Book of the Law (1974), The Complete Astrological Writings (1974), e por escrever uma introdução ao The Heart of the Master (1973). Foi também durante este período que Grant começou a publicar suas três assim chamadas Trilogias Tifonianas que iniciaram com The Magical Revival em 1972, que foram completadas 20 anos mais tarde com o The Ninth Arch (2002). (8) Os anos setenta também viu o início da, o que é normalmente referido como, a O.T.O. Tifoniana sob a liderança de Grant, com o anúncio oficial publicado pela primeira vez por volta de 1973. Embora o sistema de graus fosse basicamente o mesmo que o utilizado por Crowley, Grant descartou o uso de rituais de iniciação e, em vez disso conferiu graus baseados no desenvolvimento pessoal dos seus membros. O desenvolvimento foi aparentemente marcado pelo próprio Grant, e esperava-se que os membros lhe enviassem os registros ou diários que cobrissem suas práticas mágicas em uma base regular. Tal como aconteceu com Crowley, a magia sexual foi confinada aos Oitavo, Nono e Décimo Primeiro graus, mas a natureza destes diferenciam.
Por sua própria conta, Grant tinha em 1944-1945 escrito uma série de documentos como sugestão de Crowley, e um deles era sobre o tema da magia sexual. Crowley ficou aparentemente bastante impressionado por isto, admitindo Grant para o IX°. (9) Esta iniciação foi mais tarde complementada com instruções secretas tântricas de David Curwen (que se tornou um IX°, em 1945). Ao estudar estes documentos Grant veio a perceber que o conhecimento de Crowley sobre Tantra sexual era limitado, senão errado mesmo. De acordo com Grant, estes documentos foram os mesmos que Curwen havia emprestado à Crowley, em 1945, os quais são descritos por Grant como um comentário sobre a Anandalahari. (10) Curwen parece ter tido um efeito duradouro sobre Grant, e foi através dele que Grant afirmou ter recebido 'iniciação completa em uma fórmula altamente recôndita do vama marg Tantrico.' (i.e. caminho da mão esquerda). (11) Após a morte de Crowley, Grant tomou para si mesmo a retrabalhar a magia sexual da O.T.O. ao longo do que ele considerava ser os princípios tântricos, ainda que, ao mesmo tempo, tentando reorganizar todo o sistema da Ordem. A reorganização consistiu basicamente da fusão da O.T.O. com outra das Ordens de Crowley, a A.˙.A.˙., mas de acordo com o próprio Grant esta falhou, e logo as intimações de uma nova loja ofuscaram todos os seus planos, a Loja Nova Ísis. (12)
A Loja Nova Ísis da O.T.O. em Londres, foi fundada por Grant em 1955 e esteve ativa até 1962, e foi nesta loja que o Tantra Indiano estava conectado à magia sexual da O.T.O. , pela primeira vez de uma maneira sistemática. (13) As experiências mágicas realizadas pela Loja Nova Ísis parece ter tido um efeito duradouro sobre Grant, que mais tarde seria baseada amplamente na sua chamada Trilogia Tifoniana no seu tempo com a Loja. Foi durante esse período que dois textos-chave no sistema mágico de Kenneth Grant foram recebidos como resultados de rituais realizados na Loja Nova Ísis: Wisdom of S'lba (14) e OKBISh, ou The Book of Spider. (15) É interessante notar que, aparentemente, Grant havia interpretado certas passagens de The Book of Spider como referindo-se a David Curwen, e que considerou Curwen ter sido um fator importante na sua iniciação. Nas Trilogias Tifonianas, além disso, Grant escreve extensivamente sobre o seu sistema de magia sexual, particularmente em Aleister Crowley and the Hidden God (1973) e Cults of the Shadow (1975). Tal como acontece com Crowley, o Oitavo grau lida com masturbação e o Nono grau com o sexo heterossexual enquanto o Décimo Primeiro grau, em contraste com o sistema de Crowley, não lida com o sexo anal, mas com o sexo heterossexual durante o qual a mulher está menstruada. Segundo Grant, Crowley não estava ciente das teorias tântricas sobre a importância dos fluidos sexuais femininos, ao que Grant chama de kalas. Grant descreve os kalas como secreções psico-sexuais da suvasini tântrica, e passa a afirmar que há 16 kalas diferentes que os praticantes trabalham com a magia sexual e que formam as bases, juntamente com os fluidos do sexo masculino, do Elixir. Os kalas se referem 'especificamente nos Tantras para as vibrações vaginais provocadas por uma intensificação do processo de ritual durante a realização dos ritos Kaula'. (16) Tal como mencionado, Grant rejeitou práticas sexuais anais como pertencendo ao Décimo Primeiro grau, e em vez disso atribuiu ao Décimo Primeiro grau a magia sexual conectada com a menstruação, em que a mulher está ligada ao ciclo lunar de 28 dias:
O sol e a lua são a base destas 16 emanações. No organismo humano, eles são o macho e a fêmea. Sua energização e polarização produz Kalas que fluem do canal genital feminino em estágios específicos da lunação dupla que constitui o ciclo de 28 dias do mês lunar. (17)
A importância do Tantra e os mistérios dos kalas para a forma de magia sexual de Grant não pode ser exagerada. Segundo Grant, o único objetivo de sua Trilogia Tifoniana é de fato “apresentar a ciência arcana dos kalas em termos da Tradição de Mistérios do Ocidente”. (18) Com isso, o desenvolvimento da magia sexual da O.T.O. Tifoniana, tal como expresso nas obras de Kenneth Grant, faz um círculo completo com as primeiras referências à magia sexual publicado no Jubilaeums-Ausgabe Der Oriflamme (1912): as origens Orientais da magia sexual da O.T.O. sugerida em Der Oriflamme (embora estas origens devam ser consideradas espúrias) tornam-se um fato no sentido de que as instruções secretas de magia sexual são combinadas com ensinamentos Tântricos. Dessa forma, a magia sexual de Kenneth Grant é um exemplo ilustrativo de Neo-Tantra.

_________________
Notas:
  1. Gerald Yorke, ‘Tantric Hedonism’, The Occult Observer 3 (1949):178-179.
  2. Kenneth Grant, Manifesto of the British Branch of the Ordo Templi Orientis (London, 1948), 1. O manifesto não está datado, mas Grant confirmou para o presente autor que foi divulgado por volta de 1948, depois de ter sido reconhecido como um IXº por Karl J. Germer. Kenneth Grant para Henrik Bogdan, 15 de novembro de 2001
  3. Kenneth Grant para Austin Osman Spare, 18 de Abril de 1952, reimpresso em Kenneth Grant and Steffi Grant, Zos Speaks! Encounters with Austin Osman Spare (London: Fulgur 1998), 79.
  4. Grant e Grant, Zos Speaks!, 283 n. 92.
  5. Karl Germer para Kenneth Grant, 20 de Julho de 1955.
  6. Kenneth Grant para Bill Heidrick, 28 de Janeiro de 1984.
  7. Estes artigos foram recolhidos, juntamente com alguns artigos posteriores, e publicado como Kenneth Grant, At the Feet of the Guru (London: Starfire, 2006).
  8. Para uma bibliografia de Grant, veja Henrik Bogdan, Kenneth Grant: A Bibliography - from 1948 (Gothenburg: Academia Esoterica Press, 2003).
  9. Kenneth Grant para Bill Heidrick, 28 de Janeiro de1984.
  10. Grant, Beyond the Mauve Zone, 101.
  11. Grant, Remembering Aleister Crowley, 49. Incidentalmente, Kenneth Grant dedicou esse livro para David Curwen.
  12. Kenneth Grant para Henrik Bogdan, 24 de Agosto de 2004
  13. Veja Kenneth Grant, Manifesto of New Isis Lodge O.T.O. (London, 1955). Para maiores informações sobre esta loja veja ‘The Pyramid of Power’ por Steffi Grant para o sistema de grau para a Loja Nova Ísis juntamente com os correspondentes assuntos esotéricos. Significativamente, o Tantra é aqui ligado à alquimia. Kenneth Grant, Hecate’s Fountain (London: Skoob Books, 1992), 37. ‘The Pyramid of Power’ foi publicado originalmente em Key to the Pyramid (London, privately printed, 1952) de Kenneth Grant, ou seja, três anos antes da formação da Loja Nova Ísis.
  14. Kenneth Grant, Outer Gateways (London: Skoob Books, 1994),166-81.
  15. Kenneth Grant, The Ninth Arch (London: Starfire, 2002), 1-49.
  16. Kenneth Grant, Aleister Crowley and the Hidden God (London: Skoob Books, 1992 [19721), 211-12.
  17. Kenneth Grant, Outside the Circles of Time (London: Frederick Muller,1980), 26. Note-se que Crowley também experimentou com elixires compostos enquanto a parceira estava menstruada, o elixir foi, neste caso, referido como Elixir Rubæus, ou seja, Elixir Vermelho, mas esta forma de magia sexual era vista como uma variante do nono grau.
  18. Kenneth Grant, Nightside of Eden (London: Frederick Muller,1977), 135.

____________

©Por Henrik Bogdan 2006

©Tradução e revisão de Cláudio César de Carvalho – 2012 
Henrik Bogdan nasceu na Suécia e é Professor do Departamento de Literatura, História das Idéias e Religião na Universidade de Gotemburgo. 
Copyright © Equinox Publishing Ltd, 2006
www.equinoxpub.com
Se você encontrou este extrato interessante, é recomendado este livro de Henrik Bogdan:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...